Como fica o tempo em Dezembro?

em 17/12/2018 - Por Redacao

Previsão indica chuva acima da média no centro e norte do Brasil durante o mês de dezembro.

A primavera de 2018 foi caracterizada por uma rápida regularização da chuva. O aquecimento de toda a porção equatorial do Pacífico favoreceu o aparecimento mais precoce da chuva tropical (Sudeste e Centro-Oeste), ainda em setembro – algo que no ano passado, em função do desenvolvimento de um fenômeno La Niña, aconteceu em outubro.

Mas, além do aparecimento mais precoce, a chuva regularizou-se muito rapidamente. E neste caso, houve uma combinação de variação de temperatura do Pacífico Leste que fez com que as frentes frias chuvosas do Rio Grande do Sul parassem sobre o centro do Brasil em outubro e novembro.

E agora, uma vez a chuva consolidada, resta-nos observar seu comportamento diante de um fenômeno El Niño em função.

Padrão em dezembro

Para dezembro, especialmente no início do mês, o que mais chamará a atenção será o padrão sazonal. Ou seja, choverá onde costuma chover forte sobre esta época do ano, casos do Norte, Nordeste e a porção norte das Regiões Sudeste e Centro-Oeste.

Por outro lado, durante o primeiro decêndio de dezembro, a chuva será mais fraca que o normal em São Paulo, Rio de Janeiro, sul e oeste de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, sul de Mato Grosso, sudoeste de Goiás e toda a Região Sul.

Espera-se também calor durante as tardes em todos os Estados citados, embora algumas manhãs ainda sejam frias pela baixa umidade do ar.

Chuva diminui no Norte no segundo decêndio

Embora a gangorra da chuva esteja mais emperrada neste momento, ainda perceberemos oscilação dentro do mês de dezembro.

Tanto que no segundo decêndio, a chuva enfraquecerá sobre o Nordeste, leste e norte do Pará, norte de Minas Gerais e do Espírito Santo e em todo o Tocantins e aumentará sobre o Sul e boa parte das Regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte.

No último decêndio de dezembro, voltará a chover sobre o Nordeste.

Para janeiro, por enquanto não aparecem grandes desvios de precipitação. Há uma tendência de chuva entre a média e abaixo da média no Norte, Mato Grosso, Maranhão, além de uma faixa desde o Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais até Santa Catarina.

Por outro lado, choverá mais que o normal na maior parte do Nordeste, no norte do Sudeste, no Rio Grande do Sul e Estados de Goiás e Mato Grosso do Sul. Importante salientar que chuva acima da média não indica chuva frequente. Tanto que na primeira semana de janeiro, o tempo ficará seco em boa parte do Nordeste.

Para fevereiro, o padrão de distribuição de chuva está semelhante ao de janeiro, com a diferença de que o desvio torna-se mais negativo no Sudeste, entre o Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Categorias desse post:

Palavras chave desse post: