NOAA mantém El Niño fraco durante o verão 2019

em 07/01/2019 - Por Redacao

A expectativa é de um El Niño moderado se estabelecendo no decorrer do verão.

O Centro Americano de Meteorologia e Oceanografia (NOAA) manteve a previsão de um El Niño fraco durante o verão 2019 no Brasil.

Há 90% de chance da presença do fenômeno, mas aquecimento promete ser modesto, semelhante ao ocorrido no verão 2015.

Mapa da anomalia de temperatura

Mas, além da previsão de El Niño, a NOAA manteve a informação de que a atmosfera ainda não acoplou com o oceano em novembro.

Ou seja, a atmosfera ainda não responde como El Niño, algo que já se desconfiava no Brasil, pois a primavera foi caracterizada por temperaturas baixas.

O calor duradouro somente apareceu a partir da segunda semana de dezembro.

A chuva no Brasil aconteceu mais pela sazonalidade e pela intrassazonalidade que pelo padrão inter anual.

Previsão estendida

 

Ainda em dezembro, a gangorra da chuva voltará a funcionar. Inicialmente, durante o segundo decêndio do mês, a chuva acima da média retornará ao Paraná, Santa Catarina e sul e leste do Paraná.

Posteriormente, nos últimos dez dias de dezembro, a precipitação também alcançará boa parte do Sudeste e Centro-Oeste.

No MATOPIBA, apesar de não existir expectativa de grandes acumulados, a chuva também reaparecerá perto da virada do ano.

Para janeiro, por enquanto, há previsão de chuva acima da média no Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Amapá e abaixo da média em Santa Catarina, leste do Nordeste e entre o oeste do Maranhão e Roraima.

Em Estados como Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Goiás não aparecem grandes anomalias para este mês.

E com relação à temperatura, a relação entre frio e calor deverá mudar a partir de agora.

Espera-se uma sequência de mais dias quentes alternando-se com curtos períodos de temperatura baixa. Neste aspecto, chama-se a atenção para declínio de temperatura durante o Natal e dentro do segundo decêndio de janeiro no Sul e Sudeste. As demais datas até meados de janeiro serão caracterizadas pelo calor.

Categorias desse post:

Palavras chave desse post: