Reservatórios de São Paulo registram queda na última semana de outubro

Chuvas atingem o Estado nos próximos dias e se espalham pela região em novembro

De acordo com dados da SABESP (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), o Sistema Cantareira, principal reservatório do Estado, segue com queda de nível nos últimos dias de outubro.

Com exceção do sistema Rio Grande, os reservatórios de São Paulo registraram queda neste mês / Foto: Banco de Imagens da Somar Meteorologia

Com exceção do sistema Rio Grande, os reservatórios de São Paulo registraram queda neste mês / Foto: Banco de Imagens da Somar Meteorologia

O manancial iniciou o mês com índice de 51,6% e, nesta sexta-feira (28), opera com 48,6% do volume útil. Até agora o acumulado é de 79,3mm, cerca de 61,3% da média de outubro, que é de 129,4mm. Segundo a Somar Meteorologia, a precipitação atinge o interior Sudeste nesta última semana do mês com volumes elevados, mas os melhores acumulados ocorrem em novembro.

O reservatório do Alto Tietê também opera com 48,6% nesta sexta e já registra 72% da média climatológica. Em comparação com o início do mês, teve decréscimo de 0,8 pontos percentuais.

Os demais sistemas também registraram queda do nível, com exceção do Rio Grande, que passou de 78,3% a 79,6%. Já o manancial do Rio Claro caiu de 85,1% para 71,5%, o que representa uma redução de 13,6 pontos percentuais.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

Como será novembro?