Chuva ultrapassa a média de maio no Cantareira

Acumulado do mês dobrou após a chuva que atingiu o manancial durante o fim de semana

Maio foi favorável para a principal fonte de abastecimento de São Paulo. De acordo com os dados da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), o nível do Cantareira subiu mais de 2% desde o início do mês até esta terça-feira (23) e o reservatório opera agora com 67,4% de sua capacidade.

18038116471_4d2c75b50a_z

Chuva dobrou o acumulado no Cantareira durante o fim de semana/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

Ainda segundo os dados da companhia, a chuva que atingiu o Cantareira entre a última sexta-feira (19) e a segunda-feira (22), trouxe acumulados em torno dos 62mm, o que dobrou o volume armazenado até então e levou o reservatório a superar em 55% a média de chuva do mês, que corresponde a 78,6mm.

A previsão da Somar Meteorologia, é de que os próximos dias sejam de tempo mais firme nos arredores do manancial. “A chuva até deve voltar a atingir a região, antes do fim do mês, mas em forma de pancadas e com volumes bem menos significativos em comparação ao último fim de semana”, afirma o meteorologista Celso Oliveira.

Desde o último dia 15, a companhia parou de divulgar a cota do volume morto como parte do nível do Cantareira, o que fez com que o volume divulgado ficasse cerca de 30% mais baixo. Ainda assim, o meteorologista explica que o nível oficial, sem contar a reserva técnica deve ser suficiente para passar pelo período seco, que vai desde o outono até o final do inverno no Sudeste.

O profissional ressalta que as chuvas devem se tornar mais escassas na região já na primeira quinzena de junho, o que pode representar uma ligeira queda no nível do reservatório. “Mas esse recesso é natural, as precipitações devem ficar dentro da média no próximo mês, mas o valor é baixo. Ainda assim, o nível do reservatório não deve cair a ponto de prejudicar o abastecimento”. A média de junho no Cantareira é de 58mm.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Chuva dá uma trégua na capital paulista

Chuvas avançam para o norte do Sudeste

Por que as nuvens são importantes?