Cantareira: Chuva acima da média não impede queda

Volume esperado para agosto é baixo e chuvas registradas não aumentaram o nível do reservatório

O sistema Cantareira opera com 58,9% de sua capacidade nesta segunda-feira (28), segundo dados da SABESP (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

Chuvas superaram a média do mês, mas reservatório segue em queda / Fonte: Banco de Imagens da Somar Meteorologia

Chuvas superaram a média do mês, mas reservatório segue em queda / Fonte: Banco de Imagens da Somar Meteorologia

Em comparação com o início do mês, o manancial teve queda de 3,8 pontos percentuais no nível. Apesar disso, com um acumulado de 39,6mm nesta última semana de agosto, já ultrapassa a média histórica, que é de 34,5mm. Em julho, o reservatório atravessou um período de tempo seco e acumulou apenas 4,3% da média de 48,7mm.

Os demais sistemas também já superam o volume esperado. O Alto do Tietê recebeu acumulado de 45,5mm, diante da média climatológica de 36,3mm.

Segundo a Somar Meteorologia, o tempo firme deve predominar no Sudeste nos próximos dias por conta de um bloqueio atmosférico no Oceano Pacífico. “Além disso, as temperaturas tendem a permanecer elevadas na região, principalmente no oeste paulista, o que aumenta a demanda por água”, acrescenta o meteorologista Celso Oliveira.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

Tempestade deixa seis mortos no Texas

Sul: Temperaturas oscilam durante a semana