Cantareira começa período seco com dobro do volume de 2016

Comparado a maio do ano passado, o reservatório opera com o dobro do volume. Valor corresponde a 94% sem contar o volume morto

O Cantareira encerrou o período úmido com níveis otimistas. De acordo com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), apesar de ter encerrado os últimos três meses com chuvas abaixo da média, o reservatório que recebeu quase 400mm de chuva em janeiro, começou maio com 94,3% de seu volume operacional.

shutterstock_154493297

Cantareira começa período seco com notícias otimistas/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

Sem contar o volume morto, o índice cai para 65,1%. Ainda assim, o valor representa quase o dobro registrado na mesma data no ano passado, quando o Cantareira começou o período seco com apenas 36% de seu volume, sem contar a reserva técnica.

De acordo com a previsão da Somar Meteorologia, as chuvas devem ficar próximas da média durante o mês de maio. Já no final da próxima semana, a chuva deve atingir o reservatório com volumes mais significativos, mas o meteorologista da Somar, Celso Oliveira ressalta que a média de chuva do mês de maio já é naturalmente menor. “São esperados 78,2mm, ante a média histórica de 262,6mm de janeiro, quando o reservatório está no auge do período úmido”.

Apesar da diminuição das chuvas durante o outono e inverno, o meteorologista afirma que o cenário é otimista. “O Cantareira começou o período seco, com níveis relativamente elevados, e com as temperaturas mais amenas, a perda natural de água por evaporação é menor. Sem contar o consumo que também costuma diminuir nos dias mais frios”, explica Oliveira.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Será que o frio continua em maio?

Por que ficamos mais sonolentos no frio?

Bandeira vermelha deve vigorar até o final de 2017