Frente fria atravessa o país no fim de semana

Precipitações ocorrem em todos os Estados e deixam as temperaturas mais amenas entre o sábado e o domingo (12)

A semana foi marcada pela alta nebulosidade no país e de acordo com a Somar Meteorologia, deve terminar com o avanço de mais uma frente fria que atrai a umidade da Amazônia e provoca chuva na maior parte das capitais brasileiras com destaque para o Centro-Norte.

pexels-photo-268791

Chuva atravessa o país no fim de semana/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

Segundo o meteorologista da Somar, Celso Oliveira, a frente fria se forma na região Sul a partir de um sistema de baixa pressão ainda na sexta-feira (10) e avança pela costa rumo ao Sudeste, provocando pancadas de chuva abrangentes desde Santa Catarina até as capitais da região Norte e interior do Nordeste.

“Apenas no Rio Grande do Sul, é que o tempo fica firme, com uma massa de ar seco e frio que deixa as temperaturas mais baixas nas cidades que fazem fronteira com Uruguai. Outra região que permanece seca é a faixa que vai de Sergipe ao norte do Amazonas, passando pelo norte do Maranhão e Amapá”, afirma Oliveira.

No sábado (11), as precipitações perdem força em Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, mas continuam no restante do país, com destaque para as capitais Brasília e Palmas, que devem receber acumulados acima dos 30mm.

“O fim de semana termina com a frente fria atuando entre Espírito Santo e Bahia. O sistema ainda atrai a umidade da Amazônia, mas as pancadas de chuva passam a se concentrar no norte de Minas Gerais e Espírito Santo, Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso, interior do Nordeste, Amazonas, Rondônia e Acre”, comenta o meteorologista.

Apesar da chuva, as temperaturas ainda ficam acima dos 30ºC no Centro-Oeste e interior do Sudeste e perto dos 35ºC na região Norte. Na faixa leste do país que vai desde o Rio Grande do Sul ao sul da Bahia, o tempo  fica mais ameno, com máximas em torno dos 25ºC, assim como no leste de Minas Gerais e nos arredores de Brasília.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Cresce a possibilidade de La Niña se configurar até o verão

Conta de luz vai ficar mais cara em novembro