Fim de semana será de chuva no Centro-Sul e Norte do país

Tempo firme predomina apenas no Nordeste, enquanto instabilidades espalham pancadas de chuva no restante do país

Após um longo período de estiagem, a chuva voltou a atingir o interior do país nesta semana. Cidades que não recebiam precipitações há mais de 100 dias, como Brasília, Goiânia e Belo Horizonte voltaram a registrar acumulados e de acordo com a Somar Meteorologia, as precipitações devem continuar em grande parte das regiões neste fim de semana.

Chuva forte_3

Chuva atinge grande parte do país no fim de semana/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

Segundo o meteorologista da Somar, Celso Oliveira, a passagem de uma frente fria rompe o bloqueio atmosférico que vinha impedindo a passagem da chuva nas últimas semanas. “As precipitações atingem principalmente o Paraná e o Estado de São Paulo, com volumes significativos e eventual queda de granizo já nesta sexta-feira (29)”.

A previsão é de que o tempo permaneça fechado na maior parte do fim de semana. “Serão poucos períodos de tempo firme, com acumulados que podem chegar aos 50mm desde o norte do Rio Grande do Sul até o sul de Rondônia, passando por Mato Grosso do Sul e interior paulista”, afirma Oliveira.

A chuva passa também pelo oeste e norte do Mato Grosso, formando um corredor de umidade que vai até a região Norte, onde temporais devem ocorrer acompanhados de descargas elétricas no Acre, Rondônia e sul do Amazonas. No Tocantins, as pancadas chegam com intensidade fraca, mas aliviam o ar seco que predomina em cidades como Palmas, que está há 138 dias sem chuva.

Com o aumento na nebulosidade, as temperaturas mais amenas e as máximas não passam dos 20ºC na região Sul. A sensação de calor diminui também na faixa central do país, enquanto na região Norte as temperaturas ainda chegam perto dos 35ºC.

“Apenas no Nordeste é que a atuação de um sistema de alta pressão inibe a formação de nuvens de chuva. O tempo firme predomina e as temperaturas se elevam com máximas entre 30ºC e 35ºC em toda a região durante o fim de semana”, finaliza Oliveira.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

NOAA aponta 60% de chance de La Niña até o fim do ano

Como será a primavera?

O que esperar de outubro?