Chuva excessiva beneficia turismo no Paraná

Acumulados elevados aumentam a vazão das Cataratas do Iguaçu e Itaipu

Os volumes excessivos de chuva têm causado transtornos em parte do Paraná, mas também ajudaram a embelezar ainda mais uma das maiores atrações turísticas do mundo. A vazão das Cataratas do Iguaçu está cerca de cinco vezes acima da média que é de 1.756 m³/s e muitos turistas aproveitam para prestigiar as quedas.

31737917400_74a6d95477_b

Chuva aumenta vazão das Cataratas do Iguaçu em até cinco vezes/ Fonte: Photo Pin

As Cataratas do Iguaçu consistem em cerca de 275 quedas de água no rio Iguaçu, entre o Parque Nacional do Iguaçu no Paraná, no Brasil, e o Parque Nacional Iguazú em Misiones, na Argentina, na fronteira entre os dois países. De acordo com a empresa gestora, o ponto turístico que geralmente recebe um milhão de visitantes por ano, registrou número recorde de turistas nesta semana, mesmo com as chuvas.

Segundo o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, os temporais ainda devem acontecer sobre a maior parte do Paraná pelo menos até a sexta-feira (19).

“A partir do fim de semana, as precipitações passam a se concentrar mais ao norte, entre Paraná e São Paulo, mas como o nível dos rios demora alguns dias para baixar, os turistas ainda poderão aproveitar a vazão acima do normal, e o melhor: com possibilidade de tempo firme até a metade da próxima semana”, afirma Oliveira.

Itaipu

Mais abaixo, no sul do Estado paranaense, a usina de Itaipu precisou abrir três das 14 calhas existentes por causa do excesso de chuva.

Desde a virada do ano, o vertedouro da maior usina hidrelétrica do mundo foi fechado poucas vezes e a energia gerada, comparada com o mesmo período do ano passado já é quase 9% maior. As comportas foram abertas simultaneamente pela última vez em junho de 2016.

O grande volume da vazão é provocado pelas precipitações que atingem a Bacia do Rio Paraná desde a virada do ano e chega a 4,1 milhões de litros por segundo, o equivalente a três vezes o volume médio das Cataratas do Iguaçu. A usina também fica aberta ao turismo que pode ser planejado no site da Itaipu Binacional.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Racionamento completa um ano em Brasília

Nível do Cantareira volta aos 45% na primeira quinzena de janeiro