Chuva atravessa o país no feriado prolongado

Passagem de frente fria provoca chuva e mantém friozinho no Centro-Sul durante o todo o fim de semana

Mais uma vez a semana será encurtada por um feriado e muita gente já está se planejando para o fim de semana prolongado. Mas de acordo com a Somar Meteorologia, o Dia de Tiradentes promete condições bem diferentes da Semana Santa, que foi de calor e tempo firme. Desta vez, o feriadão deve ter chuva em grande parte do país e declínio nas temperaturas.

chuva (10)

Chuva atravessa o país no fim de semana/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

A passagem de uma frente fria ainda nesta quinta-feira (20) deve trazer chuva volumosa para a região Sul, principalmente no Estado Gaúcho, e segundo a meteorologista da Somar, Olívia Nunes, pode atrapalhar quem pretende sair do expediente e já pegar a estrada.

O sistema avança por Santa Catarina e Paraná rumo ao Sudeste e chega até o Estado de São Paulo no feriado, com os maiores volumes concentrados nas capitais e em toda a faixa litorânea. A frente fria vem seguida por uma massa de ar frio que promete um novo declínio nas temperaturas e ganha destaque entre o sábado (22) e o domingo (23).

“Para quem planejou ir à praia, as atividades ao ar livre podem ser prejudicadas pelas precipitações e também pelo friozinho. Já as regiões serranas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, devem apresentar condições favoráveis para os passeios, com temperaturas em torno dos 5ºC pela manhã durante o fim de semana”, afirma Olívia.

Enquanto passa, o sistema atrai a umidade da Amazônia e também espalha as precipitações por todo o Centro-Oeste. Os maiores volumes de chuva ocorrem em Mato Grosso do Sul na sexta-feira (21) e atingem também a cidade de Brasília que completa 57 anos no feriado. Já no fim de semana, os maiores acumulados são esperados no norte de Goiás e em Mato Grosso.

A frente fria passa pelo Rio de Janeiro, norte de Minas Gerais e Espírito Santo entre o sábado e o domingo, mas provoca apenas pancadas fracas e isoladas de chuva. As temperaturas não mudam muito, mas a sensação é de tempo mais ameno em comparação aos últimos dias, por conta da nebulosidade.

O sistema só deve chegar ao Nordeste no fim do domingo pelo Estado da Bahia e provoca pancadas de chuva isoladas no litoral sul baiano, mas não devem passar de Salvador. No restante da região, os períodos de tempo firme predominam durante todo o fim de semana, e a sensação de calor permanece. Apenas no litoral norte, entre São Luís e Fortaleza, é que a ZCIT (Zona de Convergência Intertropical) mantém volumes significativos de chuva, que podem causar transtornos nas duas capitais.

Já na região Norte, o tempo firme predomina apenas nos Estados de Roraima e Tocantins, enquanto os temporais, causados por instabilidades tropicais provocam chuva volumosa entre Rondônia, Acre e Amazonas com alerta para a região metropolitana de Manaus, onde o volume excessivo de chuva pode provocar alagamentos e deslizamentos de terra. A nebulosidade mantém as temperaturas mais amenas, mas a sensação ainda deve ser de abafamento em toda a região.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Energia: Bandeira vermelha deve vigorar até o final de 2017

Como se mede o volume da chuva?

Como é medida a velocidade do vento?

Por que as nuvens são importantes?