Sul: Excesso de chuva pode atrapalhar colheita

Cidades próximas à fronteira com o Uruguai podem receber mais de 100mm de chuva entre a quinta-feira (09) e o domingo (12)

A fase de colheita da soja começou no final de fevereiro e foi favorecida pelas condições do tempo no Rio Grande do Sul até o início desta semana. As lavouras semeadas entre outubro e dezembro tiveram um desenvolvimento satisfatório, o que gerou expectativas de produção recorde, mas a previsão da Somar Meteorologia é de chuva forte nos próximos dias, e que pode gerar transtornos para alguns produtores.

Chuva pode atrapalhar colheita neste final de semana/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

Áreas de instabilidades que atuam entre Argentina e Uruguai trazem tempestades severas entre a quinta-feira (09) e o domingo (12) para o sul do Estado gaúcho, principalmente nas cidades mais próximas à fronteira. “Os temporais devem vir acompanhados de fortes rajadas de vento, descargas elétricas e até mesmo granizo, que devem levar a uma paralisação na colheita dos grãos”, alerta o meteorologista da Somar, Celso Oliveira.

Ainda assim, a expectativa da EMATER (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) é de que a safra de verão deste ano seja recorde, com estimativa de produção de 30,86 milhões de toneladas de grãos, incluindo feijão, milho, arroz e soja, sendo que esta última corresponde a quase 55% da safra, com 16,8 milhões de toneladas.

Outra cultura que deve ser impactada é o arroz, segunda maior produção da região. Segundo a meteorologista Nadiara Pereira, a região oeste que é responsável pela maior porcentagem do grão no Estado gaúcho, também deve receber chuva volumosa nos próximos dias. A estimativa é de que 8,5 milhões de toneladas sejam colhidas nesta temporada, o valor representa a segunda maior produção desta safra.

Apesar dos grandes volumes esperados, a meteorologista afirma que os transtornos devem ser pontuais. “As lavouras devem ser impactadas na hora da chuva, mas os danos não devem ser prolongados, e os períodos de tempo firme prometem ser bastante favoráveis à colheita”. Os temporais só devem voltar a acontecer com intensidade similar no fim de março, após o início do outono.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Rio Grande do Sul terá temporais a partir de quinta-feira (09)

Como se mede o volume de chuva?

Verão: Saiba como se proteger contra os raios