Setembro termina com chuvas irregulares na faixa central do país

A primavera não deve começar com precipitações abrangentes, mas pancadas de chuva devem aliviar estiagem agrícola principalmente no Centro-Oeste

O inverno foi marcado pelo tempo seco no interior do Brasil. De acordo com a Somar Meteorologia, o Estado do Mato Grosso, principal área produtora do país, termina o vazio sanitário nesta sexta-feira (15), com fazendas que chegam a contar de 150 a 200 dias de estiagem agrícola, o mesmo ocorre em toda a faixa norte de Minas Gerais.

estiagem agrícola 13'09

Mapa de estiagem agrícola atualizado em 13 de setembro/ Fonte: Somar Meteorologia

Segundo o meteorologista da Somar, Celso Oliveira, além do recesso das chuvas, que é normal nesta época do ano, o tempo firme tem sido potencializado por um bloqueio atmosférico que segura as chuvas entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina, por isso as precipitações não conseguem avançar rumo ao Sudeste e Centro-Oeste.

A previsão é de que o tempo firme perdure até o início da primavera, em 22 de setembro. “A chuva volta aos poucos após a chegada da nova estação. As precipitações ainda chegam de forma irregular principalmente no Centro-Oeste até o final de setembro, mas já ajudam a aliviar o ressecamento do solo”.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Como será setembro?

Energia: Bandeira amarela volta a vigorar no país em setembro

Inverno termina com cara de verão no país