Plantio da soja tem inicio nas principais áreas produtoras do país

Chuva deve beneficiar o plantio da soja no Paraná, mas deve continuar de forma irregular no Mato Grosso

O vazio sanitário chega ao fim nesta semana nas principais regiões produtoras e com a aproximação da primavera, os produtores se preparam para começar o plantio de uma das principais culturas do país: a soja. No Mato Grosso, principal estado produtor, o vazio termina no sábado (15) e a partir de domingo (16), os produtores do estado já estão autorizados  a iniciar a semeadura das lavouras.

O fator que ainda preocupa os produtores é relacionado com o retorno das chuvas em áreas de soja do estado. A partir deste fim de semana, a chuva retorna aos poucos em áreas do oeste e o sul do Mato Grosso, e essa situação garante otimismo na fase inicial do plantio. No entanto, a chuva será com baixo volume e sem potencial para reverter totalmente a situação de déficit hídrico do solo, cuja umidade está atualmente abaixo dos 20%. Entre Setembro e a primeira quinzena de Outubro, as instabilidades ainda serão muito irregulares, e assim não será o suficiente para aumentar a umidade do solo.

BR_agua-solo_atual

Mapa de umidade do solo/ Fonte: Somar Meteorologia

 

Apenas na segunda quinzena de Outubro, as instabilidades conseguem avançar pelo centro do país, alcançando o Mato Grosso de forma mais regular e assim as pancadas serão com maiores volumes de água e com potencial para aumentar os índices de umidade do solo.

No Paraná, o vazio sanitário terminou em 10 de setembro, e com a umidade do solo em condições favoráveis, os produtores podem começar o plantio das lavouras. Porém, os próximos dias serão de chuva com forte intensidade no estado. Até o início da próxima semana, o volume de água em áreas produtoras do norte do estado varia de 30  a 50 mm, e as chuvas frequentes podem atrapalhar o início do plantio da soja. Somente a partir de da terça-feira (18) é que as instabilidades perdem força e os produtores podem ter janelas de tempo aberto, o que favorece o avanço das atividades no campo.

De forma geral, as chuvas no Paraná nas próximas semanas serão mais regulares e assim com potencial para manter o solo com elevados índices de umidade, beneficiando o início do  desenvolvimento das lavouras de soja no estado.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.