Plantio da Soja segue atrasado em Mato Grosso

Com chuvas irregulares, fase de plantio apresenta uma diferença de 10% comparada ao mesmo período em 2016

Outubro começou com chuvas significativas que beneficiaram o início do plantio no Mato Grosso, principal produtor do país. Mas o Estado que começou o período das plantações mais tarde neste ano, segue com a semeadura atrasada em comparação a ultima safra, e a preocupação com a irregularidade das chuvas continua.

pexels-photo-169523

De acordo com o boletim do IMEA (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária) divulgado em oito de outubro, apenas 6% das áreas foi plantado desde o fim do vazio sanitário em 15 de setembro, no mesmo período em 2016, a fase de plantio já havia chegado aos 16%.

A previsão da Somar Meteorologia indica pancadas de chuva fracas nos próximos dias para a região, “mas as precipitações ficam concentradas no norte e oeste do Estado e ocorrem de forma isolada após um dia de calor intenso. Apenas na metade da próxima semana é que os volumes mais significativos devem voltar a atingir a região central do país”, afirma o meteorologista da Somar, Celso Oliveira.

Já no Paraná, o plantio do milho subiu 20 pontos percentuais em apenas uma semana, e as áreas plantadas chegam agora aos 34% do estimado segundo dados do Deral (Departamento de Economia Rural do Paraná). “No entanto, acumulados elevados junto ao calor excessivo podem afetar a germinação das plantas, além do risco de eventual queda de granizo e ventania que podem afetar os trabalhos no campo”, comenta Oliveira.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Chuvas se espalham pelo país no feriado prolongado

Incidência de raios é maior durante a primavera

Chuva atinge metade da média do mês em Campo Grande