Verão termina com chuva acima da média no litoral de São Paulo

Volumes excessivos de chuva causaram transtornos e deslizamentos de terra na baixada santista e litoral norte

As águas de março encerraram o verão com volumes recordistas no litoral do Estado de São Paulo. Com a passagem de uma frente fria somada a ventos soprando contra a costa, a média de chuva esperada para todo o mês foi superada em apenas cinco dias, o que causou transtornos na região.

sao_bento11

Toneladas de lama e vegetação interditaram via na baixada santista/ Fonte: Rodolfo Bomfim via Prefeitura de Santos

Na baixada Santista, os acumulados desde a última quarta-feira (15), ficaram acima dos 310mm, sendo que a média para março é de 243mm. A quantidade excessiva de chuva causou mais de 30 ocorrências durante o fim de semana, incluindo um deslizamento no Morro São Bento, onde foram necessários seis caminhões, duas retroescavadeiras e uma mini carregadeira para remover as mais de 40 toneladas de terra e vegetação que obstruíram uma avenida na manhã do domingo (19).

No mesmo período, as cidades litorâneas de Ubatuba, Bertioga e Guarujá, tiveram acumulados acima dos 300mm, mas o maior volume foi registrado em Itanhaém, com 374mm. Já em São Vicente, Mongaguá, Praia Grande, Iguape e Caraguatatuba, a chuva ficou acima dos 230mm. Todas ultrapassaram a média de chuva do mês.

O outono começou nesta segunda-feira (20) com o tempo fechado no litoral paulista, mas de acordo com a Somar Meteorologia, as chuvas não devem voltar a ocorrer de forma significativa até o final desta semana.

“A frente fria se afasta no oceano e enfraquece rapidamente. Apesar de a semana ainda começar com céu encoberto e chuviscos na baixada santista e litoral norte, o tempo firme volta a predominar nos próximos dias e ainda não há previsão de novas instabilidades”, afirma a técnica em meteorologia da Somar, Patricia Vieira.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

O que esperar do outono no Brasil?

Semana começa com tempo típico de outono

Como se mede o volume da chuva?