" }
Teori Zavascki: Como estava o tempo no acidente aéreo em Paraty?

Cidade registrou raios e chuva moderada na hora do desastre que deixou cinco mortos

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki e mais quatro pessoas morreram em um acidente aéreo na tarde da última quinta-feira (19) em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. Além do relator da Operação Lava Jato, foram confirmadas as mortes do dono do bimotor e da rede de hotéis Emiliano, Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, o piloto Osmar Rodrigues, a massoterapeuta Maira Lidiane Panas Helatczuk e sua mãe, Maria Ilda Panas.

Acidente em Paraty - Foto: André Barcinski / Folhapress

Acidente em Paraty – Foto: André Barcinski / Folhapress

A aeronave decolou às 13h01 do Campo de Marte, na cidade de São Paulo em direção ao litoral fluminense. A Capitania dos Portos foi acionada às 13h45, provável horário da queda a apenas 2 km da pista do aeroporto da cidade. Mas quais eram as condições meteorológicas no momento do acidente?

Segundo a Somar Meteorologia, o tempo estava fechado por conta da atuação de uma baixa pressão atmosférica e foram contabilizados 18 raios entre 13h25 e 14h16 no município fluminense. Já o CEMADEN (Centro de Monitoramento de Desastres Naturais) registrou 10mm entre 13h e 14h, o que é considerada uma chuva de moderada intensidade.

“O sistema meteorológico atuava com nuvens cumuliformes, ou seja, bem carregadas de correntes de vento e potencial para formação de raios, o que certamente não favoreceu um voo tranquilo”, explica a meteorologista Olívia Nunes.

Apesar das condições de mau tempo, o Ministério Público, Polícia Federal e um órgão de investigação da Aeronáutica apuram as causas do acidente aéreo.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

Como evitar as doenças típicas de verão?

Litoral brasileiro é destino ideal para aproveitar o verão