Quem vai ver a chuva de meteoros no sábado (22)?

O evento astronômico terá seu ápice na madrugada do sábado, mas a passagem de uma frente fria pode prejudicar a visualização do fenômeno em algumas regiões

O fim de semana prolongado vai ganhar um brilho a mais com o ápice da chuva de meteoros que poderá ser vista em algumas regiões do Brasil na noite desta sexta-feira (21) para o sábado (22). Será que o tempo vai favorecer os expectadores que pretendem apreciar o fenômeno?

milky-way-451599_1280

Meteoros riscam os céus neste fim de semana/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

Conhecidos como Líridas, por ocorrerem perto da constelação de Lira, os meteoros derivados do cometa Thatcher C/1861 G1 riscam os céus desde o dia 16 de abril, no entanto, o momento em que o maior número de meteoros poderá ser visto simultaneamente, será na madrugada do sábado.

Para assistir a passagem dos corpos celestes, é recomendado que o expectador evite a influência de luzes artificiais, como as das metrópoles. Quanto mais escuro nos arredores, melhor é a visualização das constelações. Até mesmo o brilho da lua, pode interferir, por isso, o ponto alto do evento astronômico ocorre na madrugada, quando a lua está mais afastada da constelação de Lira.

Além das luzes, as condições do tempo também são essenciais para prestigiar as estrelas cadentes. Segundo a previsão da Somar Meteorologia, a passagem de uma frente fria deve provocar alta nebulosidade e temporais em algumas partes do país, o que deve impossibilitar a visualização do fenômeno.

Captura de tela de 2017-04-19 15_48_23

Mapa mostra onde as nuvens estarão mais densas no momento da chuva de meteoros/ Fonte: Somar Meteorologia

“O sistema concentra nuvens carregadas em grande parte do Centro-Norte. Os locais onde a visibilidade deve ser mais favorecida na madrugada deste sábado devem ficar por conta da região Sul, Mato Grosso do Sul e interior de São Paulo. Já no Norte e Nordeste, apenas nas cidades do Tocantins, sul do Piauí, Bahia e Sergipe, é que o tempo permanece mais aberto”, afirma o meteorologista da Somar, Celso Oliveira.

Para quem perder o espetáculo neste sábado, a chuva de meteoros ainda poderá ser vista nas noites seguintes até o dia 25. Porém, a queda dos corpos celestes passa a ocorrer com maiores intervalos comparados a este fim de semana.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Como se mede o volume da chuva?

Como é medida a velocidade do vento?

Por que as nuvens são importantes?