Chapecoense: Quais eram as condições do tempo no acidente?

Confira mais detalhes sobre a queda do avião com 77 pessoas na Colômbia

O avião que transportava a delegação da Associação Chapecoense de Futebol para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente por volta das 22h15 de segunda-feira (28) no horário local e 01h15 desta terça-feira (29), no horário de Brasília. O veículo aéreo caiu entre os municípios de La Ceja e La Unión ao se aproximar do Aeroporto Internacional José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.

Saiba como estavam as condições do tempo no momento do acidente/ Fonte: UOL

De acordo com as autoridades locais, o avião transportava 68 passageiros e nove tripulantes. Até o momento, seis pessoas foram resgatadas com vida, porém mais de 70 mortes estão confirmadas. Entre eles, estavam jogadores de futebol, a delegação do clube, convidados, além de jornalistas do Grupo RBS, TV Globo e Fox Sports, que iriam acompanhar o jogo entre Chapecoense e Atlético Nacional, pela Copa Sul-Americana.

Um dos principais motivos apontados para a queda do avião seria uma pane elétrica, mas que só poderá ser confirmada com a análise da caixa preta. Além disso, as condições meteorológicas no local também têm sido levadas em consideração, além do veículo aéreo ter caído em um vale.

Segundo a Somar Meteorologia, os temporais são comuns nesta época do ano na região, mas no momento do acidente, não tinham nuvens de tempestade e sim, nuvens baixas que provocam apenas garoa e chuva fraca. “As imagens de satélite apontavam linhas de instabilidade, mas o avião não chegou a atravessá-las. Vale lembrar que o que se tem até o momento são apenas especulações, já que a região não tem estações meteorológicas que comprovem a intensidade dos ventos e o volume de chuva na hora do acidente”, ressalta a meteorologista Olívia Nunes.

Fonte: Somar Meteorologia

Fonte: Somar Meteorologia

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

Como a meteorologia influencia a aviação?

Meteorologia volta a apontar possibilidade de La Niña