Semana será de tempo firme no interior do Brasil

A chuva diminui na região central junto com o frio, mas o tempo segue instável nas extremidades do país

O fim de semana vai ser de muita chuva e friozinho, principalmente no Centro-Sul, mas de acordo com a Somar Meteorologia, o padrão deve mudar bastante na próxima semana, com destaque para o interior do país.

Tempo muda na próxima semana e volta a ficar firme no interior do país/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

Segundo o meteorologista da Somar, Celso Oliveira, a segunda-feira (22) ainda deve começar com friozinho, mas a chuva ocorre apenas em forma de pancadas muito fracas e isoladas entre o Centro-Oeste e o Sudeste. “Com o passar do dia, a chuva vai se tornando cada vez mais escassa, e o restante da semana deve ser de tempo firme nas duas regiões”.

A partir da terça-feira (23) instabilidades voltam a atingir o Sul do país, com maiores volumes concentrados no Rio Grande do Sul. “Mas a chuva não consegue avançar. Santa Catarina e Paraná até devem registrar garoa e pancadas fracas, porém o sistema se dissipa rapidamente”, afirma Oliveira.

Na região central, a amplitude térmica ganha destaque. Os dias ainda devem ser de temperaturas amenas, mas a sensação de frio diminui bastante até o período da tarde por conta da alta radiação solar.

“Na região Norte, o padrão continua parecido com esta semana, as temperaturas chegam a ficar em torno dos 35ºC em algumas áreas e as chuvas acontecem em forma de pancadas mais fracas e isoladas. A ZCIT (Zona de Convergência Intertropical), responsável pela manutenção das chuvas no verão, se desloca agora para o Hemisfério Norte, mas ainda provoca chuva intensa em parte do Amapá”, explica.

Já no Nordeste do país, a chuva que atingiu São Luís e Fortaleza nos últimos meses de forma volumosa, começa a perder força também por conta do afastamento da ZCIT, enquanto no litoral leste, as Ondas de Leste, instabilidades que atuam na direção do oceano para a costa, provocam precipitações mais intensas, com destaque para Maceió.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Norte: Nível do Rio Negro se aproxima da cota de emergência

Expectativa para El Niño no 2º semestre de 2017 diminui

Chuva não alivia crise hídrica em Brasília