Por que está frio em plena primavera?

Meteorologista explica as baixas temperaturas registradas na primavera de 2017 no Centro-Sul

A semana começou marcada por uma queda nas temperaturas no Centro-Sul. No Sudeste, a capital paulista registrou a máxima mais baixa da primavera com 19,3ºC na segunda-feira (06), o mesmo aconteceu em Belo Horizonte, Minas Gerais na terça-feira (07), com 23ºC e muita gente começa a se perguntar se essas temperaturas são normais para esta época do ano.

pexels-photo-273169

Meteorologista explica o friozinho em plena primavera/ Fonte: Pexels

Segundo a meteorologista Juliana Resende, da Somar Meteorologia, as ondas de frio tardias são normais na primavera. Dados do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) apontam que em 2016, temperaturas máximas em torno de 20ºC chegaram a ser registradas no final de novembro em São Paulo e o mesmo ocorreu ao longo do mês em 2015, 2014 e 2013.

A profissional explica que a queda de temperaturas está relacionada ao avanço de massas de ar frio que sucedem à passagem das frentes frias pelo país. “Neste ano, um bloqueio atmosférico, que impede a passagem das frentes frias, atuou por mais tempo e causou o atraso da regularização das chuvas, mas quando esse bloqueio foi rompido, os sistemas conseguiram avançar com mais frequência e consequentemente, as massas de ar frio também”, afirma.

Outro fator que contribui para este friozinho mais frequente é a temperatura do oceano Pacífico Equatorial. “Atualmente, o Pacífico passa por uma fase de neutralidade, quando não há nem El Niño, nem La Niña, ainda assim, as águas superficiais do oceano estão mais frias que o normal, o que contribui para a formação de frentes frias mais frequentes”, conta Juliana.

De acordo com a meteorologista, as temperaturas devem continuar baixas até o início da próxima semana, mas a segunda quinzena de novembro promete ser menos fria que a primeira. “Ainda assim, períodos de frio parecidos com o atual, devem voltar a acontecer antes do fim do mês”.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

Até quando vai o frio na capital paulista?

Cresce a possibilidade de La Niña se configurar até o verão

Conta de luz vai ficar mais cara em novembro