Marés de sizígia e agitação marítima provocam correntezas no Sudeste

O que explica a forte onda que atingiu a ciclovia do Rio de Janeiro?

O feriado prolongado de Tiradentes começou com um grave acidente na capital fluminense. Parte da ciclovia Tim Maia, inaugurada em janeiro deste ano, desabou na última quinta-feira (21) por conta de uma forte onda que bateu nas rochas e atingiu cerca de 20 metros da plataforma, deixando dois mortos e três pessoas desaparecidas.

Agitação marítima no Rio de Janeiro / Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Agitação marítima no Rio de Janeiro / Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Além disso, o litoral de São Paulo também tem registrado maré alta e durante a quinta-feira, 200 pessoas foram salvas pelo Corpo de Bombeiros e quatro pessoas morreram na Baixada Santista. Mas, o que explica estas fortes correntezas no Sudeste do país?

De acordo com a Somar Meteorologia, algumas situações têm feito com que o mar fique agitado nos últimos dias, como a frente fria que passou pelo oceano e produziu uma agitação marítima na costa da região. “Outro motivo foram as marés de sizígia, que são classificadas como todas as marés que ocorrem nas luas cheias e luas novas. Elas possuem uma diferença maior entre a maré alta e maré baixa, por conta da atração gravitacional da lua e do sol, que atuam na mesma direção neste período”, explica a meteorologista Marina Vieira.

As marés afetam as correntes marítimas em áreas costeiras, sendo que essas correntezas se tornam mais ou menos intensas, conforme a variação na altura da maré e por isso, as pessoas têm a sensação de que o “mar está puxando” ou “jogando contra a costa”.

A previsão é de que as marés continuem assim até o dia 30 de abril, que é quando começará a lua minguante. “Durante o final de semana devemos ter apenas ligeiras agitações marítimas no litoral norte de São Paulo e mar um pouco mais agitado no litoral carioca, mas a tendência é que a altura das ondas diminua gradativamente nos próximos dias”, finaliza Vieira.

Para aproveitar o seu feriado prolongado, não deixe de prestar atenção nas ondas na hora de fazer um mergulho e fique atento às recomendações dos salva-vidas.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

Tiradentes: Feriado será o último de calorão do outono

Feriado: Como fica o tempo na volta pra casa?