Horário de verão termina neste fim de semana

Estimativa é de economia em torno de R$147,5 milhões na edição de 2016/17

A 41ª edição do horário de verão termina neste fim de semana. À meia noite do sábado (18) para o domingo (19), quem estiver em qualquer cidade das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, deve atrasar seu relógio em 1h.

the-eleventh-hour-758723_1280

Horário de verão termina neste fim de semana/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

A medida que teve início em 16 de outubro, visa poupar energia a partir de um melhor aproveitamento de luminosidade no horário de pico, entre às 18h e 21h. Segundo a Somar Meteorologia, os dias têm maior duração entre os meses de outubro e fevereiro no Centro-Sul, devido à posição da Terra em relação ao sol. Já no Norte e Nordeste, o astro nasce e se põe no mesmo horário e, por isso, não realizam o horário de verão.

Na edição de 2015/16 a economia gerada foi de R$162 milhões, já para este ano, o governo estima uma economia de pelo menos R$147,5 milhões. Segundo a ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), o valor só não é maior por não haver a coincidência da carga referente à entrada da iluminação com o consumo existente ao longo do dia no comércio e na indústria, cujo pico de consumo de energia ocorre antes das 18h, no horário comercial.

Fim de semana

De acordo com a Somar, o último dia do horário de verão deve ser marcado pelo aumento do calor no Centro-Sul. A atuação de sistemas de alta pressão no interior do país dificultam o avanço das chuvas e segundo o meteorologista Celso Oliveira, as precipitações até atingem parte das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste em forma de pancadas, mas os períodos de melhoria que ocorrem com maior frequência em comparação às últimas semanas, faz com que as temperaturas se mantenham mais elevadas.

A previsão completa deste fim de semana para todo o país pode ser vista aqui.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

Qual é a expectativa para o setor elétrico no verão?

Idosos precisam de cuidados especiais no calor

Meteorologia confirma fim do La Niña