" }
Horário de Verão começou no último domingo (16)

Relógios devem ser adiantados em uma hora para quem vive no Sul, Sudeste e Centro-Oeste

 A 41ª edição do horário de verão começou à zero hora deste domingo (16) em três regiões brasileiras, que abrangem os Estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, além do Distrito Federal. A medida visa economizar energia do país e deve durar até o dia 19 de fevereiro de 2017.

Foto: Banco de Imagem Somar Meteorologia

Foto: Banco de Imagem Somar Meteorologia

Com os relógios adiantados em uma hora, o governo federal estima uma economia de R$ 147,5 milhões com um menor consumo no horário de pico, entre às 18h e 21h, aproveitando assim a luminosidade natural e reduzindo o custo da geração de eletricidade. A estimativa é de que o racionamento seja de 3,7% no Sudeste e Centro-Oeste e de 4,8% na região Sul.

De acordo com a ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), o último horário de verão trouxe uma economia de R$ 162 milhões e foi possível porque não foi necessário adicionar mais energia das usinas termelétricas.

Para minimizar os efeitos do horário de verão na sua saúde, confira as dicas a seguir:

- Durma entre 10 e 15 minutos mais cedo nos 10 primeiros dias para a adaptação gradual do organismo a fim de evitar a sonolência e o mau humor;

- Prefira o consumo de alimentos mais leves que ajudem na digestão e não comprometa o sono;

- Evite o consumo de bebidas alcoólicas e à base de cafeína durante a noite;

- É recomendável que crianças tirem cochilos depois do almoço ou à tarde nos primeiros dias;

- Evite também os exercícios mais pesados no início do horário de verão para evitar a indisposição.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

 

Calor predomina no país neste fim de semana

Como será a primavera no Brasil?