Frio e chuva são destaques no feriado prolongado

Nas regiões Sul e Sudeste predominam a sensação de frio no fim de semana

A passagem de uma frente fria formada no Sul no início da semana organizou instabilidades no país e a atuação de uma massa de ar polar, considerada a mais forte do ano até o momento, tem garantido uma onda de frio que promete continuar em algumas regiões no fim de semana prolongado.

warm-and-cozy-1975215_1280

Fim de semana pode ter temperaturas próximas a 0ºC na região Sul / Fonte: Banco de Imagens da Somar Meteorologia

Já na quinta-feira (27) a cidade de Urubici, em Santa Catarina, registrou a menor temperatura mínima do ano com -1ºC, enquanto São José dos Ausentes e General Carneiro, no Rio Grande do Sul, tiveram por volta de 2ºC. Na região, a previsão é que o frio se intensifique com o ar polar ganhando força.

De acordo com a Somar Meteorologia, na sexta-feira (28), as temperaturas baixas se espalham pelo planalto do Paraná e ficam próximas a 0ºC, com potencial para formação de geadas. As serras gaúcha e catarinense também sentem frio intenso e em Bom Jardim da Serra, Santa Catarina, é esperada uma mínima de -5ºC.

As temperaturas, tanto máximas quanto mínimas, se elevam no sábado (29) e uma área de alta pressão inibe a formação de nuvens, deixando o tempo aberto e com sol. O destaque do litoral é o alerta de ressaca entre a cidade gaúcha Chuí e a catarinense Laguna, segundo a Marinha. “Há um ciclone extratropical no oceano que acaba alterando as ondas”, explica o meteorologista Celso Oliveira. No domingo (30) e segunda (01), o frio vai perdendo força e só deve retornar na segunda quinzena de maio.

No Sudeste a frente fria se encontra na altura do Rio de Janeiro, Minas e Goiás, causando pancadas de chuva no interior paulista e sul mineiro na quinta-feira (27) e mantendo as temperaturas amenas na região, com sensação térmica de 10ºC na capital paulista. Segundo Oliveira, o sistema ainda atua na região na sexta-feira (28) e traz chuvas volumosas para o Rio de Janeiro e Vitória. “A massa de ar frio forte e a água do oceano mais quente do que o normal, podem gerar um volume excessivo de chuva para as cidades”, comenta.

As temperaturas seguem baixas e a sensação é de frio no Estado paulista e Minas Gerais, principalmente pela manhã. Entre as cidades de Santos, em São Paulo, e Cabo de São Tomé, Rio de Janeiro, também há alerta da Marinha para ressaca.

Já no sábado (29) a frente fria perde força, as chuvas continuam fracas no Rio de Janeiro, Espírito Santo e grande parte de Minas Gerais. O frio segue no período da manhã e deve continuar até o começo da próxima semana. Em Belo Horizonte a máxima deve ficar por volta de 19ºC, superando recorde do ano de 23ºC ocorrido em março.

No domingo (30) o tempo firme predomina no Sudeste, com pouca chuva apenas na faixa leste e inicia o efeito das amplitudes térmicas na região, quando a tarde fica com temperatura agradável e a madrugada de frio.

No feriado de segunda-feira (01), algumas áreas do interior de São Paulo recebem chuvas. “Uma nova instabilidade passa a Cordilheira dos Andes e traz chuvas para o Centro-Oeste e o Estado paulista, o que pode causar transtorno na volta a casa para quem viajar para o oeste de São Paulo”, comenta Celso.

No Centro-Oeste, a massa de ar frio mantém as temperaturas baixas na região, preferencialmente nas primeiras horas da manhã,  enquanto as tardes são de calor em todos os Estados. A precipitação ocorre em Goiás e norte do Mato Grosso na sexta-feira (28), mas sem grandes volumes esperados. No sábado (29) as condições seguem semelhantes, com chuva fraca no sul de Goiás e oeste do Mato Grosso e sensação abafada durante a tarde em toda a região. O feriado será de tempo instável com possibilidade de chuva no norte do Estado sul-mato-grossense e sul goiano.

No norte do país, os temporais continuarão neste fim de semana prolongado. Chuvas fortes ainda atingem o oeste do Amazonas, norte do Pará, Acre e Amapá nesta sexta-feira (28). O fenômeno friagem abaixa as temperaturas na cidade de Vilhena, no sul de Rondônia, Acre e sul amazonense. No fim de semana prolongado, o tempo chuvoso deixa as temperaturas mais amenas e segue no início da próxima semana sobre Roraima, Amazonas e Pará.

Do Rio Grande do Norte até o Maranhão, as chuvas continuam fortes na sexta-feira (28) e com chance de descargas elétricas e altos volumes. No litoral da Bahia, a precipitação também cai com pouca intensidade e as temperaturas se elevam no sul do Estado e no sertão nordestino. No sábado (29), pouca coisa muda na região e o tempo fica firme no sul do Bahia e do Piauí. A previsão é que a chuva continue na faixa norte do Nordeste com grandes acumulados na costa do Ceará e Maranhão.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Será que o frio continua em maio?

Fim de semana será de frio no Sudeste