Como fica o tempo em março?

Chuvas serão mais significativas na primeira quinzena no Centro-Sul e calor continuará em todo o país. Confira

 O mês de março vai ser marcado pela mudança de estação no Hemisfério Sul. A despedida do verão e o início do outono, no dia 20 de março, contará com uma manutenção da variabilidade da chuva.

Foto: Banco de imagem Somar Meteorologia

Foto: Banco de imagem Somar Meteorologia

“As simulações meteorológicas indicam que o novo mês terá a mesma cara de fevereiro, com alternância entre tempo seco e chuva”, analisa o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia.

De acordo com o profissional, uma quebra no bloqueio atmosférico vai fazer com que a chuva retorne para o Sudeste do país e com isso, a primeira quinzena tende a ser mais chuvosa especialmente em São Paulo e Minas Gerais. Além disso, também haverá registros de precipitações mais significativas na região Sul durante as primeiras semanas.

Conforme o mês avança, a precipitação diminui no Centro-Sul do país, mas não tende a cessar completamente. “Apenas o oeste e norte de Mato Grosso e a região Norte é que terão chuvas persistentes durante março, por conta da atuação da ZCIT (Zona de Convergência Intertropical)”, afirma Oliveira.

Para a segunda quinzena, a expectativa também é de aumento das chuvas na faixa norte do Nordeste, porém os volumes devem ser baixos entre Bahia e Pernambuco devido à presença do VCAN (Vórtice Ciclônico de Altos Níveis),  o que não ajuda na recuperação dos reservatórios da região.

 

O calor vai continuar?

Segundo a previsão da Somar, as temperaturas devem ficar acima da média em boa parte do país, mas sem grandes anomalias. “Se comparado ao ano passado que contou com a atuação do fenômeno El Niño, o calor de março não deve ser tão excessivo”, finaliza o profissional.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

 

Meteorologia confirma fim do La Niña 

Somar Meteorologia comemora 22º aniversário