Chuva causa estragos em MG, ES, BA e GO

Região segue com alerta de chuvas intensas no fim de semana que aumentam o risco de novas ocorrências

Áreas de instabilidade na costa atraem a umidade da Amazônia e mantém a condição de chuva no Centro-Norte do país. Na quinta-feira (08), acumulados em torno dos 80mm em Jacobina (BA), causaram pontos de inundação e o transbordamento de uma barragem, enquanto em Goiás, os volumes excessivos deixaram casas e comércios alagados e o Corpo de Bombeiros teve que interditar pontes de acesso por conta do risco de desmoronamento na região de Ceres. Por fim, a cidade de Vitória (ES) terminou o dia com queda de energia e vários pontos de alagamento após os temporais que passaram pela capital após às 17h.

De acordo com a Somar Meteorologia, as chuvas volumosas ainda devem continuar ao longo do fim de semana, e segundo o meteorologista Celso Oliveira, a expectativa é de que os acumulados passem dos 120mm em alguns municípios ao norte de Minas Gerais, interior e sul baiano, Espírito Santo e leste de Goiás, aumentando o risco de novas ocorrências. O INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) mantém alerta amarelo para toda a região.

ALERTA CO NE e SE - 08'03

MG, BA, ES e GO seguem com chuva volumosa no fim de semana/ Fonte: Somar Meteorologia

Entre a tarde desta quarta-feira (07) e o início da quinta-feira, o mesmo sistema causou estragos no litoral paulista e carioca, com acumulados acima dos 200mm em Bertioga e passando dos 100mm em Angra dos Reis, como apontam os dados do CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais).

A chuva causou estragos também em Belo Horizonte, onde houveram deslizamentos de terra e alagamentos devido aos acumulados de quase 60mm que representam um terço da média, de acordo com a Defesa Civil do Estado de Minas Gerais.

Rondônia e Mato Grosso em situação de alerta amarelo

Instabilidades tropicais provocam chuvas de forte intensidade em grande parte de Rondônia e oeste do Mato Grosso. De acordo com o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), desde a quarta-feira (07), as áreas se encontram em situação de alerta amarelo, quando há risco baixo ou moderado de alagamentos e deslizamentos.

 

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

Março continua com padrão meteorológico de fevereiro