Doenças de inverno são mais comuns em crianças

Mudanças de temperatura, baixa umidade e acúmulo de poluição são as principais causas do aumento de patologias na estação

O inverno é um período mais seco e frio em grande parte do país. Isso faz com que as doenças da estação sejam mais comuns em bebês e crianças que têm o sistema imunológico imaturo em relação aos adultos.

“As mudanças bruscas de temperatura somadas à baixa umidade e ao acúmulo de poluição favorecem a proliferação de vírus e bactérias responsáveis pelas doenças respiratórias”, comenta o pediatra do Hospital São Luiz, Cid Pinheiro.

As patologias mais presentes nesta época do ano são gripe, resfriado, otite e dor de garganta. Segundo o especialista, elas são de origem viral e duram entre três e cinco dias.

Confira abaixo quais são as doenças de inverno mais comuns entre bebês e crianças de acordo com os principais sintomas e a faixa etária:

doenças inverno crianças

O tratamento para as patologias costuma ser sintomático, com o uso de medicamentos em casos de resfriados e febres, inalação para tosse seca e chiado no peito e aplicação de descongestionante nasal.

Para prevenir doenças respiratórias nas crianças durante o inverno, é necessário tomar alguns cuidados como hidratação, lavar as mãos com frequência, evitar mudanças bruscas de temperatura e locais fechados, além de realizar vacinas corretamente.

 

Clique aqui e confira a previsão do tempo na sua cidade.

 

VEJA MAIS

Doenças cardíacas podem aumentar no inverno. Saiba como evitar

Por que a sonolência aumenta no inverno?

Por que engordamos mais no frio?

Baixas temperaturas e alto gasto calórico: tempo frio ajuda a emagrecer

Frio: Saiba como conservar melhor as roupas