Como as mudanças de estação impactam na sua saúde?

Entenda como as características do verão, outono, primavera e inverno afetam o seu corpo

A semana termina com o Dia Mundial da Saúde celebrado na sexta-feira (07). A data coincide com a criação da OMS (Organização Mundial da Saúde), e tem como objetivo conscientizar a população sobre todos os aspectos envolvidos com a saúde.

frio resfriado 2

Condições do tempo influenciam na saúde humana/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

Quando o assunto é doença, costumeiramente associa-se as precauções a atos cotidianos que evitem contato com vírus e bactérias, mas além disso, as condições do tempo também exercem uma influência muito grande na saúde humana. Algumas doenças, conhecidas como sazonais, podem atingir a pessoa em qualquer época do ano, mas em determinadas estações, os problemas ficam mais evidentes.

No Inverno

A estação mais fria do ano provavelmente é a época em que a saúde recebe mais atenção. Isto porque as temperaturas mais baixas estão sempre sendo associadas com os vírus de gripe. Mas não é só isso. É durante o inverno que as cidades brasileiras enfrentam os dias mais secos, com menores índices de umidade do ar, o que pode prejudicar principalmente quem já possui problemas respiratórios.

Outro problema que não está diretamente ligado às doenças, mas que afeta os hospitais, é a diminuição nas doações de sangue realizadas entre junho e setembro. Segundo a Fundação Pró-Sangue, o número de bolsas coletadas por mês durante o inverno é de quase 3 mil abaixo da média do outros meses, quando se costuma coletar até 12.500 bolsas, isto porque, além do frio desencorajar muita gente, quem sofre com as patologias respiratórias durante a estação, não consegue doar.

Na primavera

A estação das flores é a preferida de muita gente, mas também é a época das alergias, e novamente, quem mais sente são os que têm problemas respiratórios. “Os casos de rinite aumentam mais nesta época do ano devido à polinização e a floração”, explica o otorrinolaringologista do Hospital São Luiz, Ulisses José Ribeiro. De acordo com a ASBAI (Associação Brasileira de Alergia e Imunologia), 25% da população brasileira enfrenta esse problema.

A Incidência de raios ultravioletas também aumenta na primavera, e com ela, o risco de desenvolvimento de doenças de pele. “A exposição diária ou prolongada a esses raios, podem acarretar em insolação, brotoejas, acne solar, envelhecimento precoce, queimaduras, micoses e até mesmo câncer de pele”, afirma Samar Mohamad El Harati, dermatologista do Hospital São Luiz.

No Verão

Além dos problemas de pele, o período mais quente do ano intensifica os sintomas de quem tem problemas circulatórios. Inchaço e desidratação são comuns nas tardes de temperaturas elevadas. Além disso, a população de insetos aumenta no verão por conta da umidade aliada ao calor.

Por falar em umidade, a estação mais quente do ano traz muita chuva para o país. As pancadas de verão, que geralmente ocorrem no fim do dia, pegam muita gente de surpresa, e os raios também. O índice de descargas elétricas aumenta neste período por conta dos temporais, que se tornam mais frequentes nesta época do ano.

No Outono

Por fim, a estação que marca a transição da estação mais quente para a mais fria, é conhecida pela oscilação nas temperaturas. “Como o outono é mais seco que o verão, a diferença entre as mínimas e máximas é maior, ou seja, temos noites e madrugadas mais frias e tardes com temperaturas elevadas”, explica o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia.

Durante o outono, é possível sentir características de todas as estações em um único dia. Calor, frio, chuva, todas essas mudanças em um curto espaço de tempo, fazem com que as pessoas fiquem mais suscetíveis aos vírus e bactérias. “A incidência é maior em crianças e idosos porque a imunidade deles é um pouco mais baixa e não responde tão bem às variações de temperatura”, conta otorrinolaringologista da rede de hospitais São Camilo, José Antonio Pinto.

 

Veja agora a previsão do tempo na sua cidade.

 

Oscilação térmica no outono pode prejudicar a saúde das crianças

O que esperar do tempo em abril?

O que esperar do outono no Brasil?